2

.Professor: já foi sonho. Hoje é pesadelo!

Posted by Ponto de Vista on 22:01 in
            Desisti de ser professor após ter visto a folha de pagamento da minha mãe. Digo isso não porque desejo desencorajar quem quer ser professor, mas porque é meu ponto de vista.


            Professor, antigamente sabiamente chamado de mestre, é aquele ser divino que nos alimenta com o saber ou simplesmente um ser humano altamente interessado no bem estar da população. Existem professores de sexo e até de matemática, ou seja, existe professor pra tudo. Porém aqui vou falar somente daqueles que ensinam matéria escolar, aqueles que formaram pra lecionar, serem docentes.




            Professores podem agüentar tudo como: alunos com pouquíssima educação pra não falar bestial, diretores ou chefes de departamentos mal amados, ameaças de todos os lados, sem falar que eles têm até doença própria a Síndrome de Burnout e a sua desvalorização como profissional? E como ser humano? O pior são as desvalorizações, já que os professores são à base de todas outras profissões. Quando crianças ao observarmos os professores, admirávamos sua capacidade e pensávamos como era possível uma pessoa saber tanto. Porem os professores sofrem um tremendo descaso, principalmente os da rede pública que em sua maioria não tem um bom lugar de trabalho, quase sem recursos para a melhoria da transição do saber. E os alunos esses são um caso a parte, pois se encontra diversos casos de personalidades. Mas os que mais os atrapalham são aqueles alunos desinteressados que ameaçam de morte e culpam os professores por serem jovens asnos criminosos. Acho que nem delegado ou um péssimo médico recebe tanta ameaça por dia quanto recebe um professor. São diversos os problemas que esses mestres enfrentam e daria pra escrever um capitulo volumoso sobre cada problema. Infelizmente.

            Os professores podem passar por tudo isso sem problema nenhum porque eles buscam reconhecimento e às vezes apara obter esse reconhecimento eles precisam trabalhar pela manhã, à tarde e a noite. Tenho certeza que se dedicam por esse reconhecimento já que suas remunerações são baixinhas, do tamanho do toco de giz que sobra da sua ultima aula que eles se desdobram para manter a família e pagar suas contas (que não são poucas- Nunca vi classe pra ter tanto empréstimo igual professor-). Vejam como os professores suportam tudo: você já viu greve de professores porque os alunos os ameaçam? Já viram greve por falta de estrutura das salas de aulas e bibliotecas? Geralmente deparamos com greve dos docentes por reforma salarial que é JUSTÍSSIMO!

            Vocês professores meus parabéns. Já que sem vocês não agüentaria escrever nem meia palavra. Torço pelo reconhecimento da classe, já que não me é possível ainda mudar essa realidade.


4

SE APENAS SOUBESSE

Posted by Ponto de Vista on 17:29 in
SE APENAS SOUBESSE

Se soubesse fazer uma poesia
te dedicaria todos os meus versos.
Se não soubesse falar
te dedicaria todos os meus gestos.
Foi sabendo seu nome
que aprendi a amar,
foi te amando
que descobri a felicidade.
Foi nessa incrível descoberta
que agora sei...
que não existira eu
sem você...


autor: Phelipe Tadeu Oliveira Azevedo

5

O primeiro beijo, segundo os contos.

Posted by Ponto de Vista on 15:56 in




O beijo é o estralar dos lábios em alguém ou algo. O beijo pode ser dado em diversos momentos e em diversos lugares. O beijo representa um milhão de coisas e expressa milhões de sentimentos. Tem gente que beija foto, tem gente que beija no rosto, alguns beija na mão, na testa, nariz, pescoço, boca... Vai da imaginação de cada um. Existem pessoas muito criativas quando o assunto é beijar um exemplo são o uso de bala, as posições, de como mexer a língua, da cor do batom se é demorado ou não etc. Há aqueles que falseiam um beijo no rosto. Acontece do seguinte modo: há um ataque de meio abraço, faz-se a mira do biquinho na bochecha e na hora se escuta o estralar do beijo, no entanto o beijo escorrega pela tangente e acerta alguém que esta bem longe de você. Horrível.
 O famoso beijo na boca é o mais esperado por muitos. Os românticos e os nem tão românticos descrevem seu primeiro beijo sem se conter nas risadas. Já que cada um tem um historia diferente de como foi esse ápice de emoção. Uma explosão de sentimentos inexplicável, mas como nós procuramos uma resposta pra tudo enquadramos o primeiro beijo como: perfeito, ótimo, muito bom, bom, só isso, ruim e o famoso eca. Essas qualificações vão depender de tudo, mas a culpa sempre cai sobre a outra pessoa já que ninguém admite que beije mal pela primeira vez. Uma vez que é mestre em analisar, observar, o povo beijando em filmes, novelas e festinhas.
Existem aqueles que preferem esquecer, há também os que jamais vão esquecer, mas todos têm uma historia de como foi o seu primeiro beijo. Na infância antiga os primeiro beijos surgiam nas brincadeiras, como o jogo “caiu no poço” e outras... Porem tudo acontecia de uma forma bem arquitetada que combinava com toda aquela fantasia que pairava no ar. Após o beijinho escutavam-se risadinhas daquela turma agenciou tudo. Na infância moderna surgem os primeiros beijos sem comunicação apenas gestos com os dedinhos. Há uma evolução das risadinhas para um “ihuuuull” seguindo de um “Isso aí vamos para próxima (o). Têm pessoas que começam com primos (as), vizinhos (as), coleguinhas de sala, garotas (os) de programa. Cada tem seu conto e sua aventura porque o que vale é beijar a primeira vez.
Quando começamos a beijar não entendemos o motivo de fechar os olhos quando se beija. Essa é fácil e somente percebemos após termos beijado muito. O fato é o seguinte fechamos o olho por dois motivos: Primeiro, se a pessoa que se ta beijando for bonita se fecha o olho para se deliciar e parecer que nada mais existe só aquele momento e para concentrar e absorver todo prazer liberado pelo cérebro. Segundo motivo pelo qual se fecha os olhos é que se a pessoa não for tão bonita a escuridão impede que ocorra o arrependimento e auxilia na imaginação. Deixando claro que a beleza é relativa aos olhos de quem vê.
Beijem essa é minha sugestão. Inventem novos jeitos, novos lugares, novos adereces. Beijem com amor, com carinho, por amizade, não beijem por dó e nem por traição. Não falo somente de beijo na boca, mas sim de todos os beijos.  Para aqueles que não beijaram tenham calma, pois tudo tem sua hora. Lembrem-se aprecie o momento já que poderá ser algo de orgulho ou de segredo.
Um beijo a todos.

Copyright © 2009 Ponto de Vista All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates