0

Quero vidas para amar

Posted by Ponto de Vista on 11:59



Dias atrás, numa discussão com alguns amigos, tentamos explicar o que é o amor. Inúmeras idéias artísticas, sociais e filosóficas foram tecidas sobre este sentimento. No entanto, nenhuma conclusão precisa, alias, longe de ser preciso concordamos que o amor nada mais é que algo totalmente pessoal e que está vinculado a todos os outros sentimentos.

Pessoalmente, não tenho explicação para o amor. Mas, sem dúvida, posso dizer que o amor é um elo em comum a todos os sentimentos, onde o enfraquecimento, ou a inconsistência dele abala todos os outros. Ele atenua e suavizam as dores e felicidades, paz e inquietude, todos os sentimentos antagônicos da vida.

O amor não é ódio, não é dor, não é solidão... O amor não é nada de ruim, mas o que é amor? Dedicação, carinho, compaixão... Também não é amor. Amor é algo transcendental, é algo que é primitivo e tão evoluído ao mesmo tempo. Que não me atrevo a descrevê-lo, no máximo senti-lo.

Amor, ah amor, quero vidas inteiras para amar. Quero paixões para treinar e somente um para concluir. Quero chorar sorrindo por um amor, um amor que não se vá e que também não seja estático.
Não quero um amor que me completa e sim que me complementa. Me amo por completo, não sou metade para ser amando. Quero um amor completo também para amar. São com dois copos cheios que se faz uma festa.

Por fim, se alguém descobrir o que é o amor, não me conte. A graça da vida está nessas descobertas diárias, onde, pisamos, retiramos e colocamos as pedrinhas nos nossos castelos interiores.

0

História e Pensamentos

Posted by Ponto de Vista on 12:40



Pense...

Acho que nessa vida quero ser o vilão... é mais emocionante!
Vive tentando, vive aprendendo o que não fazer, vive em busca do sonho. Sempre dá errado no final e ele ressuscita para continuar no próximo filme.

Vilões que já deveriam ter virado heróis... Jason, Freddy, Chuck, Dick Vigarista, Willy Coyote...

Ser o vilão é mais emocionante no final das contas, ninguém torce por você, ou seja, sem expectativas, se você se der bem é surpresa e se você se lascar somente seguiu o roteiro da vida. Gosto disso, porque gosto de desafios, gosto de me provar gosto de quebrar os mitos.

O melhor da vida é essa adversidade entre o aprendizado e a sabedoria.

Viver lindo, sempre comendo flores e fazendo sexo igual anjo, este cara não sou eu!
Eu sou tudo aquilo que sonho ser, eu não quero ser o inteiro. Quero ser o pedaço, quero meu encaixe, meu complemento. Coisas inteiras e perfeitas enjoam, são solitárias e chatas. Quero ser aquele mix de qualquer coisa. Onde você possa ver tudo e rir de cada pedaço. Onde tenha espaço para você salpicar açúcar e sal, vinagre jamais. Onde você possa rebolar a colher  no sentido que você quiser, porque o que importa é ta junto e misturado e não se mexeu no sentido horário ou anti horário.
Cada “não” da vida é um “sim” da minha teimosia em melhorar. Cada sim da vida é um motivo a mais para continuar a melhorar. Onde isso vai parar? Um sorriso sincero na beira de onde tudo começou.

0

Meio tom...

Posted by Ponto de Vista on 18:12
Nem todo sorriso foi sincero,
Nem tudo que tinha dentro de mim permaneceu de pé,
As poucas lágrimas que viram não foram as únicas a cair.
Dia a dia mato meus dragões,mas eles sempre me ferem.
Dia a dia vasculho meu armário em busca de um sorriso para aquele dia.
Tempo em tempo vejo meu sorriso da semana passada nos lábios de outras pessoas.
Quando tudo parece passar...
A tempestade volta passar.
Passam as horas e se vão os dias,
e aquela amanhã nunca chega, e se chegou, já se foi...

Copyright © 2009 Ponto de Vista All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates