0

PROUNI, meio cabeça dura.

Posted by Ponto de Vista on 11:12 in
              PROUNI para quem não sabe é um programa do governo muito interessante que garante aos estudantes que obtiveram uma boa nota no ENEM (EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO) o ingresso nas faculdades particulares. A entrada na rede de ensino se dá por bolsas de estudo, bolsas de 50 e 100%. Porém para que possa se inscrever nesse programa é necessário responder um questionário, cujas respostas definirão sua admissão.

            O problema é que tem perguntas de uma fase da sua vida que possivelmente sua realidade era outra. Como exemplo “você concluiu integralmente o ensino médio em escola publica? Você concluiu integralmente o ensino médio em escola particular? você concluiu parcialmente o ensino médio em escola publica?” Essas aí são as básicas, porem dependendo da resposta você é automaticamente eliminado do sistema do PROUNI. Sim, seu sonho de ingressar no ensino superior em uma faculdade particular será eliminado. Lembrando que infelizmente somente alguns cursos se encontram na rede particular de ensino. Mas que quero deixar claro é que essas perguntas muitas vezes são erradas, pois no país em que vivemos tem uma desigualdade social imensa, onde todos os dias os ricos podem acordar pobres e terem q retirar seus pequenos filhos, que não tem culpa de nada, do colégio particular (onde o ensino nem se compara com o da escola publica) e os transferem para o terror da escola publica. A família agora falida com os filhos na rede publica de ensino médio. ACREDITEM, pois esses inocentes filhos não terão direito ao PROUNI por que passaram pelo terror do colégio particular sem serem bolsistas. TERROR mesmo, pois na rede particular não tem greve, os professorem recebem bem e tem salas de aula com boa estrutura.

             Vejam como o fato de terem estudado um aninho nesse TERROR sem bolsa os tira um programa do governo. E o governo pouco importa como anda situação atual da família. Opa! Enganei-me, eles preocupam sim, pois há no questionário uma pergunta tipo: qual a renda mensal bruta da família? ÓTIMO! Mais uma utopia. Vamos continuar no caso da família que tinha tudo e hoje é falida (VAMOS MUDAR O QUE EU DISSE QUE OS FILHOS NÃO ERAM BOLSISTAS. – DEUS EXISTE JÁ QUE MESMO NA ÉPOCA QUE SUA FAMÍLIA TINHA UMA ÓTIMA ESTRUTURA FINANCEIRA SEUS FILHOS ERAM BOLSISTAS INTEGRAIS). Já na atual realidade quebrada pensem que a mãe dessa família é professora de escola publica que tem uma miséria de salário e o pai que já foi um grande empresário hoje é servidor publico municipal na área de serviços de limpeza urbana. Ao declarar a renda bruta mensal da sua família serão sem dúvida classificados a receber no Máximo 50% de bolsa. Infelizmente mesmo que seja meia bolsa a família não pode pagar já que tem vários empréstimos em bancos e várias contas atrasadas (professores e servidores públicos municipais que mantém uma família me compreendem). Mas para o PROUNI a vida dessa família é perfeita mesmo tendo um salário de merda.

             Ficou meio confuso, mas deu pra compreender que as perguntas referentes ao passado deveriam ser repensadas tendo em vista que as vidas das famílias podem mudar ao passar dos anos. Ainda mais em um país com um alto desnível social onde estamos sujeitos a tudo. Empresas falirem ou se tornarem um grande potência, uma pessoa se tornar mendigo ou dono de uma mega empresa. O PROUNI acaba por excluir milhares de pessoas que realmente necessitam dessa oportunidade por achar que a vida dessas pessoas é estável.

            Não quero ser hipócrita então vou parabenizar o outro programa quem anda junto ao PROUNI o SiSU, que sem duvida foi um dos melhores projetos que fizeram por nossa educação.

0 Comments

Postar um comentário

Todos temos um ponto de vista sobre tudo, anonimos já não tem. Não tenham medo ou vergonha de deixar seu ponto de vista. Mas vocês sempre responderão por tudo aquilo que pensam. Assim deve ser.

Copyright © 2009 Ponto de Vista All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates